quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Coletânea de Vídeos

Ainda não tenho notícias quanto aos dados da via, mas anteontem Luciano Willadino e Mum-Hha (MG) foram pra Brejo e conquistaram uma fenda na Serra do Estrago.

Parece que a galera vai virar ano escalando em Brejo, nada mau!

Como não tenho nada inédito pra postar, aqui vão os vídeos do blog, na hordem em que foram publicados:












Via Couro de Cobra - Esc.: Cauí from Celi Vieira on Vimeo.


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Fotos - Dau e as Cascavéis (4° VIIa/A0 E3 D2) 268m

Fotos da segunda investida na conquista da via na Serra da Prata em Brejo da Madre de Deus.
Nas fotos de Cláudia estão Dago e Cauí.

Cauí emendando a 3ª com a 4ª enfiada

Dago conquistando a última enfiada (7a/A0)

Traçado da via, os pontos vermelhos são as paradas duplas, de aprox. 30 em 30m.

CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIÁ-LAS

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Revoluçao dos Bichos 7a 25m - Pedra da Bicuda


Neste domingo eu e Luciano conquistamos a fenda da bicuda, cujo nome ficou Revolução dos Bichos (7a) 25m. Tinha um morcego morto, outro mumificado e uma cranguejeira na via...
Toda em móvel com um grampo no final. As peças que utilizamos na conquista foram: dois nuts pequenos, friends rockempire #1,2,3,5,6 e 7 (#5 repetido) e o gigante wc #6, que pode ser dispensado.
Existe possibilidade de continuar mais alguns metros em fixo até chegar no teto e ver no que dá.

x = grampo P

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Questionário Escalada


"Sou Leonardo de Recife-PE, escalador, psicologo e interessado em pesquisa.
Este questionario pretende obter dados com vistas a se estabelecer um
perfil mais completo do escalador brasileiro. Naturalmente aqui estarão
variaveis do campo da psicologia do esporte, area do meu interesse, como
também outras referentes ao universo da escalada. Além de dados
demográficos, o questionário abordará histórico na prática da escalada,
hábito alimentar, gostos, motivações, emoções, autocontrole, risco,
segurança e equipamentos, dentre outras.

Sera interessante se puder responder a todas as questoes, mas naturalmente
voce podera pular as perguntas que quiser. Tambem sera importante informar
um e-mail valido. Os resultados serao apresentados em conjunto, sem
identificação pessoal, e postados em listas, blogs, sites ou ate enviados
por e-mail para os interessados. Eventualmente, serao publicados em
revistas cientificas.

Obrigado pela disposicao e boas escaladas!"

Para acessar o qustionário clique aqui:

http://spreadsheets.google.com/viewform?formkey=dGNpLWY2N0s2cnhKMU5UOU8yekJMVlE6MA

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Foto - Cume da Pedra da Bicuda pela via Escalada ou Morte


Wogrand(PB), Dago(SC/PE) e Lula(PB) no cume da Bicuda após concluírem a via Escalada ou Morte neste domingo.
Foto por Leo ou Clóvis (hehehe) do cume da via Rei das Coxinhas.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Concluída a primeira via da Serra do Prata!

Neste sábado eu e o Dago conquistamos o trecho final da via DAU E AS CASCAVÉIS,
na outra investida achavamos que teríamos que fazer um desvio de um pequeno trecho vertical que vinha pela frente, mas ao chegar na base do vertical, Dago viu que tinha agarras, bateu a parada dupla, eu subi, também achei que seria possível, ele tocou reto no lance que ficou um 7a beem técnico, três grampos nesse lance, que ficou bem protegido, um no trecho seguinte (positivo) e a parada (P8). Daí pra cima são 100m de trilha no capim, até chegar no cume, onde há várias torres, um mirante e uma estrada até o chão!

em amarelo o traçado da via, em vermelho onde achávamos que seria o traçado

croqui

Em breve posto as fotos.

Escalada ou Morte - Nova via na Bicuda

Neste domingo, após 3 fins de semana de trabalho foi concluída a via Escalada ou Morte!
Na primeira investida Luciano, Lula e Wogrand abriram as duas primeiras enfiadas, totalizando 60m e deram de cara com uma parede vertical. Na investida seguinte, Lula e Wogrand conquistaram mais 10m no vertical e deram de cara com um negativinho de agarras horríveis! Nesse sábado eles entraram novamente na via, passaram em artificial alternando buracos de cliff e grampos de 1/2 o trecho negativo e fixaram a P3. No domingo Dago se juntou aos dois pra concluírem a via, depois do negativo a rota tende a se encontrar com a via Primeiro Dia do Resto de Nossas Vidas, mas o dago tocou por baixo dos blocos, até chegar no platô da via Costas Quentes, de onde se toca pro cume pela mesma.

Os lances feitos em artificial deverão ser melhor protegidos com grampos, para possibilitar as tentativas em livre desta enfiada.

Os conquistadores ainda não me passaram o croqui, mas em breve o publicarei aqui. Por enquanto posso dizer que as duas primeiras enfiadas são em torno de IV grau, depois tem alguns lances de sétimo e entra no artificial, que em livre deve ser nono grau (?), depois faz uma ghorizontal pra esquerda, por baixo dos plocos e encontra com a Costas Quentes (assim foi feito na conquista), é possível tocar reto pela Primeiro Dia(..) levando algumas peças móveis.

Primeira enfiada

Terceira enfiada

Chegada ao cume

explorando o outro cume (galera no cume da rei das coxinhas no canto sup. esquerdo)

O traçado preto é a linha aproximada da via. Está tracejada pois fica do outro lado o t´ptem, não da pra ver nessa imagem.


segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Novo projeto na Serra da Prata

Traçado aproximado do projeto DAL E AS CASCAVÉIS

Neste fim de semana saímos de Recife rumo à Brejo pra começar uma conquista na Serra da Prata, local que até então só possuia um projeto com algumas chapas iniciado a vários anos.

Saímos pra pedra sábado antes das 6h, chagando nas casas próximas da base da pedra, conhecemos o Dau (ou Dao, ou Dal...), morador da região que nos deu uma grande força na abrtura da trilha, fazebdo com que chegássemos na base da pedra às 7h40min.

Dago pegou a ponta da corda e conquistou os primeiros 60m, em lances de 3° e 4° grau de aderência e pequenas agarras (o que continuaria a aperecer mais pra cima), e fixou a primeira base, eu subi em seguida e parti pra conquista da próxima enfiada enquanto Heraldo e Rodrigo subiam pra parada.

A segunda enfiada mostrava o que viria pela frente, pedra podre e sem muitas agarras, cheguei nos 30m e puxei o Dago, daí continuei tocando pra cima na enfiada que é o crux da via (até o momento): pedra suja e com raras agarras (leia-se pequeninos regletes), veneno, passei em artifical, intercalando dois furos de cliff com um grampo e dando uns lances em livre quando possível, bati meu ultimo grampo, pois a bateria acabou (depois que usa a furadeira ninguem mais quer bater grampo na mão..hehe), desci e o dago subiu com a bateria trocada e bateu a parada, no total de 120m. Descemos era quase 13h, o sol estava pegando na pedra desde antes das 9h, muito calor!

No domingo voltamos e chegamos mais cedo na base da via, eu guiei os 60m até P2, Dago guiou a 3ª enfiada e eu guiei a 4ª, que foi conquistada em artificial, consegui livrar ela toda, eu diria que ficou bastante adrenante! Lá em baixo o Heraldo ficou batendo uns grampos intermediários e duplicou uma parada, enquanto isso Dago conquistou mais 30m de diagonal pra esquerda, pra desviar da vegetação e bateu a parada em uma sombra debaixo de uma árvore, eu subi e conquistei os próximos 30m, em rocha mais fácil e um pouco melhor na qualidade, puxei Dago, que ainda mandou mais 30m no mesmo esquema e bateu a P7.

Tinhamos 3 opções agora: uma super diagonal pra esquerda, tocar reto e pegar uma parede de uns 7m verticais e com a rocha com as mesmas características da 3ª enfiada (o que aparentemente seria impossível transpor em livre), ou ainda uma saida pela direita, que foi o que escolhemos, não que será tranquilo, masss...vamos ver no que dá, bati mais um grampo e descemos, com os pés fritando e a pele ardendo do sol. O pior foi rapelar as 7 enfiadas descalço no granito cheio de cristais.

Devem faltar cerca de 60m pro cume, se tudo der certo na próxima investida nós terminaremos mais essa!
É uma escalada bastante técnica e exigente psicológicamente, devido à qualidade da rocha em alguns trechos. O sol fica na cabeça das 8h30 às 15h30 aprox. e a pedra esquenta muito!
A via está protegida com grammpos P de 1/2 polegada e paradas duplas a cada 30m, possibilitando o rapel com uma corda só, mas na hora de guiar dá pra emendar duas enfiadas em certos trechos (1ª e 2ª, 6ª e 7ª).
Pra escalar a via, por enquanto precisa-se de 8 costuras e uma corda de 60m, creio que após concluída o equipo continue o mesmo.
O croqui disponibilizarei quando a via for concluída, pois esqueci de levar a caneta e o papel pra ir anotando...
Quanto ao nome, Dau nos disse que ele e seu irmão mataram 70 cascavéis na região!

Aqui vão algumas fotos:
início da trilha

visual da trilha

chegando na base
Dago no primeiro grampo

Rodrigo na logística

Heraldo protegendo os primeiros lances

Dago na terceira enfiada (o crux)

Cauí e Dago em P5

Último grampo do fim de semana, tão perto do cume...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

UPGRADE NA BICUDA

Fim de semana de casa cheia em Brejo!
Fábio foi sozinho de Recife pra Brejo já na 5ª feira, na sexta de noite saimos em dois carros de Recife (eu, Dago, Claudia, Miguel, Carlinha, Amália e Lucy) e em um de João Pessoa (Lula, Wogrand e Maíra) direto pro Brejo! Sábado ainda chegaram Patrícia e Jr pra lotar o abrigo.

Mais uma vez a concentração foi na Pedra da Bicuda, mas além das novas vias de lá, foi iniciada uma via na Serra do Ponto pelo Fábio juntamete com o Heraldo, conta com duas chapas, e a via Pedrita (V) nos Desenhos na Furna teve seus últimos ajustes pela Patrícia.

(Trilha do canyon de amarelo e o local onde foi iniciada a via "caminho das pedras")

Quanto à Bicuda...foram 4 novas vias, além de uma iniciada e outra que ainda está no processo de conquista.

A primeira via a ser concluida, no sábado pela manhã ainda, foi a Rei das Coxinhas, que nesta investida contou com o Dago, o Miguel e a Makita. Abaixo estão algumas fotos e o croqui:

Dago e Miguel no cume após concluirem a conquista

Cauí escalando, carla na seg, primeira repetição

Enquanto eles estavam na Rei das Coxinhas e a galera malhava a Costas Quentes, eu e Fábio conquistamos a Hi-Tec (7b/c), uma esportiva com 8 chapas e a parada em grampos P, via vertical/levemente negativa com agarrões e regletes.

Conquista da Hi-Tec

Logo que terminamos essa conquista o pessoal da PB chegou na pedra, Lula e Wogrand começaram uma conquista ao lado, que no dia seguinte, seria concluida: Anfetamina, esportiva com seis chapeletas, ainda vamos bater a parada, a via ainda não foi encadenada, mas já sabemos que é mais difícil que a Hi-Tec.

Lula conquistando a Anfetamina (Projeto)

No domingo, Lula e Wogrand deram um upgrade na via Sete de Setembro, que haviam começado com o Luciano, algumas semanas antes, foram mais 4 grampos já na parte vertical da parede.
O resto da galera chegou um pouco mais tarde na pedra e se espalharam pra escalar as novas vias.
O Dago e o Miguel concluíram a via Sócaldinho, que haviam começado semanas antes também. A via começa em uma chaminé de uns 5m protegida em móvel (nuts médios e um friend #4) e depois entra num vertical de agarrões e regletes, são mais oito grampos pra cadena, num total de 30m de via.

Dago furando e Miguel na seg.

Cauí na cadena da Sócaldinho

Pra finalizar, o Miguem e o Fábio começaram a via Guacamole, perto da Anfetamina e da Hi-Tec, dois grampos.

É...em menos de 3 meses, a bicuda está assim:



segunda-feira, 19 de outubro de 2009

IX EENE - Brejo da Madre de Deus 2010

Nos dias 9, 10, 11 e 12 de outubro ocorreu o VIII Encontro de Escaladores do Nordeste, em Itatim - Bahia, o evento contou com a presença de cerca de 100 escaladores mais a comunidade local. Quem estava presente pode reencontrar os amigos, conhecer gente nova e escalar muuuuuito!
Os escaladores de Pernambuco, com o apoio da Prefeitura de Brejo da Madre de Deus, que cedeu um transporte de Recife(PE) até Itatim, marcaram presença e fizeram uma bela apresentação do evento que será realizado em 2010: A 9ª edição do Encontro dos Escaladores do Nordeste, em Brejo da Madre de Deus.

Este foi o vídeo-apresentação do IX EENE:

Escaladores de Pernambuco

Galera do VIII EENE

domingo, 18 de outubro de 2009

Croqui Atualizado

Após repetir esta belíssima via com o Luciano e parte com o Geysson, resolvi fazer um novo croqui, um pouco mais aprimorado que o original (hehehe), tem algumas dicas, como por exemplo, costurar a primeira chapa e fazer uma horizontal pra esquerda, pra seguir pelas agarras, a nova opção pra rapelar, e os graus (sugeridos por mim, só por mim) dos trechos mais difíceis, etc.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Vídeo - Couro de Cobra

No primeiro fim de semana de outubro eu e Luciano fomos pra Brejo com a Anaceli, escaladora de Natal, aqui vai um vídeo que ela editou da fenda mais massa de Brejo: Couro de Cobra (ainda é projeto!).

Via Couro de Cobra - Esc.: Cauí from Celi Vieira on Vimeo.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Cume da Bicuda x3 !!!

Neste fim de semana rolou mais uma expedição à Pedra da Bicuda em Brejo da Madre de Deus, visando terminar a conquista da via Costas Quentes.

Saímos de Recife sábado às 7h, depois de muitas tentativas mal sucedidas. Fomos eu, Geysson, Luciano e Miguel encontrar com Dago que já estava por lá.

Chegamos na pedra quase 12h, nos dividimos em duas cordadas, Dago e Miguel foram pra Costas Quentes enquanto Luciano, Geysson e eu fomos dar uma investida na via Primeiro Dia do Resto de Nossas Vidas (4° VIIa E3), primeira via da pedra, aberta a mais de 3 anos, predominantemente em móvel e termina no cume do totem!

Entrei guiando a primeira enfiada, briguei com a urtiga no meio do caminho e passei calado nos marimbondos, demorei pra achar a parada, que se afasta um pouco do diedro, mas cheguei! Em seguida vieram Luciano e Geysson, que resolveu descer da P1 mesmo, após conseguir tirar um friend que quase virou proteção fixa. Continuamos na segunda enfiada, 50m, um grampo no meio e um no final, vamo lá. Terceira enfiada, Luciano guiou passando por baixo de uns blocos entalados, como se fosse em uma caverninha, até chegar no platô onde a montanha se separa do totem, formando um V. Na quarta enfiada uma fendinha curta e uma saída fixa pra esquerda, foi o crux. O próximo lance é uma travessia pra esquerda e uma subida no final, toda em móvel, nenhum bomba! Agora estamos na frente da pedra novamente, só que no totem. Saindo da parada em móvel vamos direto pro “quase cume”, passando pelas macambiras e chegando ao ultimo grampo das costas quentes (a essa hora a outra dupla já tinha descido, depois de chagar no cume). Daí tem uma escalaminhada até o cume real, chegamos lá de noite, segunda repetição da via Primeiro dia do Resto de Nossas Vidas!

Cauí na primeira enfiada


Voltando no tempo um pouco, enquanto eu e Luciano estávamos na P2, ouvimos uns gritos, era Dago e Miguel no cume, após terminar a Costas Quentes! Como tem escrito nos posts abaixo, faltava conquistar uma barriguinha de uns 6m que seria o crux da via, 7b/c negativo em regletes. Acontece que o Dago passou esse lance com dois grampos (lindo lance, proteções no lugar certo) chegou em um platô, foi acometido pela febre do cume e esticou mais uns 20m até o local do grampo mencionado no parágrafo acima, deixando para proteger o resto depois. Daí tocou pro cume com o Miguel.

(Dago conqusitando o segundo lance de 7b)


Cliff escapando...ops

(Dago no cume)

(Miguel no cume, lá atrás a Serra do Ponto, nenhuma via, por enquanto...)

No domingo, Luciano e eu escalamos a Costas Quentes, terminando de protegê-la e fazendo a 3ª visita ao cume no fim de semana, essas fotos fico devendo. Geysson estava nessa também, mas fez um pequeno taio no dedo e teve que ir pro hospital fazer um curativo, algumas horas depois ele estava de volta...hehehehe.

Dago e Miguel deram uma explorada na pedra, margeando-a pra direita, depois foram continuar a conquista iniciada semanas antes, no positivo ao lado do diedro da via Primeiro Dia do Resto de Nossas Vidas, renderam mais dois grampos batidos só com marreta e broca 12, desviando um pouco pra esquerda, para não coincidir com a via ao lado, mantendo sua característica de proteção.

(Projeto do lado direito, já com 60m)