quinta-feira, 31 de julho de 2014

Pedra no Caminho

Toda vez que vamos pra Brejo passamos por um monte de pedras no caminho, principalmente após Caruaru. Sempre estamos com alguma coisa em mente para Brejo da Madre de Deus, as possibilidades de conquistas nunca acabam, mas em um desses finais de semana resolvemos dar uma paradinha em uma dessas pedras que sempre nos chamaram atenção.

A pedra em questão fica após o "Lampião" (estátua do cangaceiro esculpida em granito, que fica exposta no trevo da BR-104 com a PE-145), do lado esquerdo da estrada. O terreno é uma fazenda particular, pedimos licença ao caseiro que abriu a porteira pra nós sem problemas.

Seguimos abrindo a trilha na vegetação não muito densa, porém em uma subidinha considerável, nada de mais...

Chegando na base da pedra vimos que ela era um pouco menor do que esperávamos e as fendas eram um pouco maiores do que víamos, começamos os trabalhos...




Abrimos a "Quartzo", uma via que começa em uma chaminé fácil segue pela face, onde é o crux, protegido por uma chapeleta e depois entra na segunda chaminé, mais longa um pouco, mas bem confortável, dá pra proteger com uma ou duas peças grandes, termina em uma parada dupla no cume.


Quando o Luciano tava colocando a primeira peça de uma via ao lado caiu uma chuva de verdade e nos mandou embora, mas voltaremos!!

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Serra do Pará - Santa Cruz do Capibaribe

Povo!

Tem mais setor de escalada aparecendo por aqui, a última novidade é a Serra do Pará, em Santa Cruz do Capibaribe.

Não sabemos se já existia alguma via por lá, só alguns pontos de rapel e um grampo perdido, abrimos duas novas vias e existe um potencial muito interessante pra vias de ótima qualidade!

Na primeira investida saímos de Brejo para um bate-volta e escolhemos o caminho passando por Toritama, perdemos muito tempo na estrada por causa do congestionamento gerado pela feira de roupas que tem por lá, o troço é grande mesmo =p. Só deu tempo de abrir uma via, no fim de tarde após dar uma passeada pra conhecer o setor.

Serra do Pará - Dia de Sol

A via foi a Zé Bocão (IV E3) 40m, escalada em uma enfiada, com proteção móvel integral, a via passa por uma sequência de buracos, uma fendinha e termina numa sequência de trepa-blocos. No cume se monta uma parada em móvel e de lá desce andando!
Um jogo de friends, costuras longas e uma corda de 50m é suficiente pra fazer a via.
Conquistada por mim e pelo Luciano W.

Cauí no início da Zé Bocão 

                                                                               Luciano W. na Zé Bocão

Na segunda investida fomos pelo outro lado, saindo de Brejo passando por Jataúba e seguindo para Santa Cruz. Praticamente a mesma distância e pouco movimento na estrada, bem melhor!

                                                                            Serra do Pará - Dia de Chuva

Após pensarmos um pouco, resolvi entrar numa via que teria que ser conquistada mais cedo ou mais tarde, resolvi que quanto antes seria melhor e entrei na Fenda Filosofal (D1 A2) 30m, uma fenda larga, negativa e xexelenta, além de impressionante! A opção foi a melhor, pois durante boa parte do dia choveu, e eu que fiquei pendurado lá quase o dia inteiro nem me molhei!

Cauí na Fenda Filosofal

 Essa foto não está torta!

 Cauí na Fenda Filosofal

 Luciano jumareando, olha a retinida...

 Luciano limpando avia

 Cauí descendo

A via foi aberta em artificial, protegida com um monte de peças, inclusive umas grandes repetidas, além de algumas chapas e furos de cliff. Talvez a parte superior possa ser escalada em livre, mas é bem suja de bosta de morcego, morcegos esses que ficam filosofando com você durante a escalada, mijam e cagam nos seus friend, etc.

Clique para ampliar se não não dá pra ver nada!!

Então é isso, duas novas vias e muitas possibilidades para todos os estilos de escalada por lá, nada muito grande, mas tem positivo, negativo, fenda, agarras, chaminés...aguardemos!

Como chegar:

A Serra do Pará fica em um distrito de Santa Cruz do Capibaribe chamado Pará, chegando em Santa Cruz, pegar a rua ao lado do "Mercadão" e seguir por uma estrada de paralelepípedos e depois de terra (estão pavimentando) até o vilarejo Pará, são 20km nessa estrada. Chagando no Pará entre a esquerda e siga até a pedra, é tudo sinalizado, inclusive a trilha, mole mole!

João Pessoa - 251km - https://goo.gl/maps/cJn1r

Campina Grande - 121km - https://goo.gl/maps/C6NaV

Brejo da Madre de Deus- 81km - https://goo.gl/maps/n8J9J